Logo | Cursos SENAI Rio


Notícias

Mais de 130 equipes participam de concurso de curtas do SENAI que vai eleger os melhores no Anima Mundi


Com o objetivo de revelar talentos para o mercado de animação, o SENAI Rio, com apoio do Anima Mundi, promoveu entre junho e julho de 2015 a 2ª Maratona Animada. Mais de 130 equipes se inscreveram na competição de criação de curtas-metragens de animação e tiveram que criar histórias com o tema “Literatura em Ação”. A ideia era animar um trecho de clássicos da literatura que estimulassem a leitura (ou a releitura) de obras de grandes escritores. Para garantir o ineditismo dos vídeos, foi exigido que, em algum momento da narrativa, aparecesse uma foca, em movimento.

Os prêmios foram de R$ 5 mil para 1º lugar, R$ 3 mil para o segundo e R$ 2 mil para a terceira colocação em cada categoria – júris técnico e popular. Os vencedores também ganharam bolsas de estudos no SENAI. O resultado foi revelado no dia 15 de julho de 2015, na cerimônia de premiação do Festival Anima Mundi, na Cidade das Artes.

O tema foi revelado aos participantes no dia 22 de junho, na sede da Firjan. Na ocasião, eles também receberam dicas de produção do sócio e diretor Criativo da produtora de animação Copa Studio, Zé Brandão. Para ele, que tem em seu currículo a produção de séries como “Tromba Trem” e “Irmão do Jorel”, mais do que ganhar prêmios, competições como a Maratona Animada devem ser encaradas como uma oportunidade de aperfeiçoar técnicas, ganhar visibilidade e se divertir. “O mais importante é adquirir experiência. Ganhar o primeiro, o segundo ou terceiro lugar é um bônus”, disse.
 
Segundo Brandão, para criar um curta é preciso pensar em algo simples, que seja possível de se criar dentro do prazo estabelecido – no caso da Maratona, sete dias. Ele também reforçou a importância do planejamento da produção, da roteirização do filme e de uma linguagem simples. “Se não for uma animação freestyle, é importante ter um roteiro e um storyboard bem feitos. Além disso, é preciso trabalhar como um escultor: primeiro a forma, depois o polimento final”, afirmou.

Para César Coelho, diretor do Anima Mundi, a melhor maneira de entrar no mercado de trabalho é participar de iniciativas como a Maratona Animada. “O Anima Mundi tem o maior prazer em apoiar esse projeto do Senai, que quer revelar novos talentos. A primeira edição foi surpreendente e nossas expectativas para esse ano são melhores ainda”.

Conheça os primeiros lugares técnico e popular:

 



Veja os outros curtas premiados em www.cursosenairio.com.br/maratona

Setor de destaque - De acordo com o Mapeamento da Indústria Criativa da FIRJAN, a cadeia da Indústria Criativa representa 17,8% do PIB do estado do Rio ou, aproximadamente, R$ 54,6 bilhões. Os mercados de Filmes, Vídeos, TV, Design gráfico, Games, Publicidade e Propaganda têm um grande destaque neste cenário em razão do alto potencial na difusão da cultura, na geração de empregos e renda.