Logo | Cursos SENAI Rio


Notícias

Informação gerando inovação: a chave do sucesso profissional

A informação, sem dúvidas, é o patrimônio mais valioso no mercado. O que se faz com ela e, principalmente, como a usamos, é fator determinante para o sucesso. É aí que se define a capacidade intelectual, fonte da criatividade. Todos os dias estamos expostos a uma quantidade enorme de informação, e isso alimenta o conhecimento. Seja na internet, nos relacionamentos pessoais, em ambiente de trabalho ou em qualquer outra fonte, as informações, quando bem processadas por nós, podem nos diferenciar de outras pessoas. E, conforme aponta o estudo do Sistema FIRJAN, as empresas estão cada vez mais valorizando os profissionais que sabem transformar as informações que recebem em novas ideias, novos projetos, novas maneiras de pensar um problema.

E porque as empresas estão valorizando estes profissionais? Simples: a pessoa criativa vai além do que já foi pensado e pode trazer novas soluções. Ela pode inventar um novo produto, criar um sistema mais prático, propor um processo de trabalho mais simples e eficiente, enfim, ela pode 
fazer algo novo e aumentar, assim, a lucratividade da empresa. Em tempos onde as empresas se parecem muito nos produtos/serviços que oferecem e, principalmente, em uma época onde consumidores estão mais esclarecidos e exigentes, é fundamental que a empresa ofereça algo mais, tenha um diferencial, que se destaque das demais. Por isso a importância de estimular o trabalho criativo, inovador.

Ao contrário do que alguns pensam, a criatividade não é privilégio de poucos que “nascem com este dom”. A criatividade pode e deve ser estimulada. Como? Participando mais dos processos da empresa, buscando cursos de especialização para a sua função, se informar mais sobre a profissão que escolheu, se relacionar mais com outro profissionais e procurar atividades que, em princípio, não tem relação direta com seu trabalho, como ler um bom livro, ir ao teatro, praticar esportes, escolher um hobby, viajar e experimentar novas coisas. Quanto mais o cérebro for estimulado, melhor a criatividade é trabalhada.

Exemplos não faltam para simbolizar os resultados práticos da Indústria Criativa: a criação do iPad, que revolucionou o mercado da informática, as obras do arquiteto Oscar Niemeyer, os livros de Paulo Coelho, enfim, em todas as áreas temos provas de que a criatividade gera um resultado melhor e as empresas estão cada vez mais cientes disso. Prova é a diferença salarial apontada no estudo.
Fato é que a Indústria Criativa está crescendo, por necessidade e por oportunidade, e gerando novas vagas para pessoas que tem vontade de aprender, de participar, de mostrar iniciativa e de ser parte de um grupo que busca informação e faz dela uma poderosa ferramenta profissional e pessoal. O salário é tentador. Mas o crescimento profissional é ainda mais estimulante.